Educação para o trânsito começa na infância

on .

Já existem muitos programas para iniciar a educação para o trânsito desde a infância, nas escolas, nas famílias e na comunidade.

Apresentaremos um deles: Fabulas no Trânsito


Educação para o trânsito: livros digitais e impressos
Série: Fábulas no Trânsito
Autor: Angelica de Tomelleri
Fornecedor: Hq Editora (edição Digital ou impressa)
Categoria: Livro Digital / Literatura Infanto-juvenil

Este projeto foi desenvolvido na intenção de fornecer recursos que auxiliem no processo ensino-aprendizagem em Educação para o Trânsito.
Abordamos, assim, nos livros da série, temas que trazem para a realidade da criança, a importância de refletir sobre a conduta de viver em sociedade.
Literatura para ser trabalhada de forma divertida e dinâmica, em qualquer momento do ano escolar.


Critérios de elaboração das fábulas:
• Fiel ao que se passa;
• define muito bem os papéis sociais envolvidos (família – escola – grupos de referência);
• orienta sobre procedimentos, linguagens e valores para a convivência;
• dotado de linguagem didática, portanto, de fácil compreensão.

 

 

Sinopse:

No primeiro conto da série Fábulas do Trânsito, um passeio de mãe e filho pelo centro da cidade se transforma em oportunidade para a abordagem de temas como cidadania e educação no trânsito. Ilustrado em formato que mescla características de livros e gibis, "João Pedro e o caso do motorista buzinador" traz para crianças, pais e educadores uma maneira atraente de refletir sobre a conduta individual e coletiva no trânsito.

 

 

 

Sinopse:

No conto "O menino que não sabia ser cidadão", segunda história da série "Fábulas do Trânsito", o comportamento de Zeca, um menino rebelde, é colocado à prova quando ele precisa da ajuda de colegas e vizinhos. Uma história que busca trazer para a realidade das crianças a importância da solidariedade e do respeito em todos os aspectos da vida em sociedade.

 

 

 

 

 

Sinopse:

Uma briga entre alunos cria a oportunidade para a professora discutir em sala de aula a importância da tolerância, paciência e controle emocional no trânsito. O terceiro conto da série "Fábulas do Trânsito" segue a proposta de trazer histórias curtas e contextualizadas com a realidade das crianças. Com ilustrações inspiradas em gibis, a série propõe que a formação de motoristas responsáveis e solidários começa com a educação infantil e a conscientização promovida pela família e a escola.

 

 

Sinopse:

O desrespeito de um motorista ao direito de acessibilidade dos cadeirantes gera em Yolanda, uma menina esperta e sensível, uma ideia genial: promover um Dia da Solidariedade no Trânsito em sua comunidade. Com ilustrações inspiradas na linguagem dos gibis, o quarto conto da série "Fábulas do Trânsito" desperta nas crianças a importância da atitude individual e coletiva para uma sociedade e um trânsito solidários e pacíficos.

 

 

 

 

Sinopse:

E se você não puder voltar atrás em uma má ação? Na quinta história da série "Fábulas do Trânsito", o menino Zezito quebra a perna em um acidente causado por um motorista em estado de alcoolemia. O conto abre espaço para mostrar às crianças não apenas os perigos do álcool no trânsito, mas também que os motoristas irresponsáveis arcam com consequências morais e legais por vezes irreversíveis. A força do apoio da família e dos amigos em momentos de tensão também aparece neste conto, que busca conscientizar os futuros motoristas desde a infância.

 

 


Para mais informações e como adquirir os produtos, acessar:
http://www.hqeditora.com.br/portf%C3%B3lio/ensino-fundamental.html