Paz no trânsito é paz dentro de nós

on .

 

Hoje não tem mais hora; nem dia; é sempre o mesmo caos; a mesma loucura
POR ESPECIALISTA - PUBLICADO EM 16/04/2008

Vicente Godinho

O trânsito virou um vilão, ameaçando nossos compromissos, nossa paciência e bom humor.
São buzinas, fechadas, motos que aparecem do nada, folgados que acreditam que são donos da rua, enfim, nada além da confusão e da agitação que sentimos todo dia.

Nesse cenário a palavra stress é a mais apropriada e esperada. Junto dela não poderia faltar a irritação, o saco cheio, o nervosismo e por aí vai, a lista é grande. Isso lhe parece uma sentença condenatória? Definitivamente não.
É possível escolher e determinar a postura e a atitude que você vai ter diantedesse quadro. O externo não precisa mudar, nem mesmo determinar teu estado de espírito.

Então, a atitude mais sábia nesse caso é a aceitação dessa realidade e a observação da sua postura interior. Eu não posso determinar nem alterar tal realidade, mas posso escolher a minha postura e meu olhar diante dela.
E isso muda muita coisa, sendo determinante para meu estado de espírito.
Por mais que se grite, reclame, xinge, você consegue mudar esse trânsito? Não, você só vai se estressar e prejudicar a sua saúde.

Sendo assim, vai compensar ficar irritado, impaciente, nervoso, diante de algo que não posso mudar? Parece que não.
Isso é possível a partir da idéia de que somos os únicos responsáveis pelo nosso bem estar e que o externo não precisa ser um fator determinante na nossa vida. Você pode escolher a melhor atitude e postura diante das coisas.

Assim, quando estiver preso novamente no trânsito, sugiro algumas coisas interessantes, como ouvir uma boa música, aproveitar para relembrar as tuas férias, pensar no que quer fazer no próximo final de semana, refletir sobre uma questão importante, enfim, qualquer coisa que lhe proporcione bem estar e harmonia. Se você pode escolher a rádio que ouve, você também pode escolher como reagir a essa situação.

Vicente Godinho é Terapeuta corporal e Naturopata. Trabalha com desenvolvimento e aprimoramento pessoal, numa abordagem a partir da filosofia oriental e da metafísica.

Link original da matéria: http://www.minhavida.com.br/saude/materias/2357-paz-no-transito-e-paz-dentro-de-nos